quinta-feira, 3 de abril de 2014

Trabalho, dedicação, conhecimento, determinação - Estas palavras tem um nome: Jorge Guirado

News image
Jorge Guirado -
Diretor Geral da CATVE
Jorge Luiz Fernandes Guirado, 56 anos, nascido em Londrina/PR tem uma história de paixão e respeito pelo futsal que começou ainda nos tempos de colégio. Foi no Vicente Rijo, nos anos 70, durante as aulas de Educação Física quando ia aos jogos de Futebol de Salão e empolgado via jogar a CACIQUE, o Monções e o Country de Londrina. Lembranças de um tempo bom que incluía assistir a atuação de grandes salonistas como: Lau, Mineiro, Mexicano (pai do Giba do Voôlei) Milton Sciappina do Country, Nicola, Riba, Tigrão, Valdemir, Fuzil:  “Graças a eles me apaixonei por este esporte", diz, Guirado.

Profissional de televisão começou como auxiliar de escritório, em 1976 na afiliada da Band:TV Tarobá de Cascavel, onde foi o primeiro funcionário. Em 1980 João Milanez, dono da TV Tarobá já antevia a capacidade de administração de Guirado, a quem lançou como diretor geral na emissora. Guirado tinha então 22 anos.

Na filial da Band Guirado criou e colocou no ar vários programas, apresentou o “Melhor da Rodada” e “Placar de Opiniões”. Foi ainda na Band que deu o pontapé inicial para a criação e implantação da afiliada TV Tarobá de Londrina, inaugurada em 1996, a qual dirigiu por sete anos. Nesta, comandou as narrações de jogos de Futsal Série Ouro, Sul Americano de Seleções de Futsal e Liga Futsal além da Copa Libertadores da América, Campeonatos Gaúcho e Paranaense de Futebol.

Nos anos 80 participou da organização da Taça Tarobá de Futsal. Ao seu encargo as transmissões dos jogos semifinais e finais mostravam uma nova e aguerrida forma de fazer esporte em televisão.


Em 96 quando o Cascavel Futsal disputou a Série Prata, foi vencendo dificuldades e enfrentando desafios que Guirado deu início às transmissões do paranaense e a partir daí, a arrancada para fazer todos os campeonatos ao vivo na Tarobá, onde foi diretor geral por 21 anos.

Guirado teve participação fundamental em grandes coberturas como as Copas do Mundo de 1986, 1990 e 1994, Olimpíadas de Los Angeles e Atlanta. Outros grandes eventos  como Stock Car, Fórmula Truck, Mundial de Motovelocidade, Carnaval do Rio de Janeiro e da Bahia,.

Como diretor de imagens tem uma folha de serviços invejável, com coberturas para Band, SBT, Globo e ESPN, dos Campeonatos Brasileiros de Futebol, Copa dos Campeões, Copa do Brasil, Libertadores da América, Pré-olímpico de Futebol, Liga Mundial de Voleibol e Copa América de Futebol.


Dirigiu também as três etapas da Fórmula INDY realizadas no Rio de Janeiro com transmissões para ABC e ESPN INT dos EUA, Band e SBT e ainda o Pan-americano de Basquetebol em Montevidéu no Uruguai.

Durante cinco anos dirigiu imagens da Fórmula-3 Sul Americana para ESPN Internacional na Argentina , Uruguai e Brasil, as etapas brasileiras da World Series e da WTCC, entre outras categorias do automobilismo nacional. A partir de 2004, já na CATVE e Educativa do Paraná deu início ao projeto, entre outros, da cobertura da Taça Brasil, Liga Futsal e seleção brasileira.


A ideia de ter a própria emissora de televisão surgiu quando houve a cisão da sociedade na Tarobá. Experiência não lhe faltava e implantar a CATVE foi consequência natural de quem sabe que a capacidade para enfrentar pressões e ações contrárias fazem parte dos passos para o sucesso. “O sucesso é consequência de muito trabalho, dedicação e de gostar do que faz. Nada supera isto”, afirma.

Passado e presente se unem para contribuir no desempenho da função mais importante de sua vida. A função de pai. Pai que quer ver os filhos graduados, mas principalmente formados como cidadãos conscientes de seu papel na sociedade.

Jorge Guirado por ele mesmo:

Infância tem gosto de que? "Infância tem gosto de manga, de vida saudável, de boas amizades".
Um passatempo gostoso! "Pescar, fazer um churrasco".
Um sonho: "A tranquilidade de ver os filhos formados".
Uma frase: “Até hoje fiz o que tinha de ser feito. Faria tudo outra vez”.

Matéria: FPFS - Jornalista Vilma Kuckel R. Correia